As 10 Leis do Universo

04/07/2018

Hoje resolvi escrever sobre o que sei das 10 leis do universo. Espero que vocês possam perceber, assim como eu o fiz, que todas elas se relacionam e se completam.

  1. Lei da unidade:  tudo é único. Nós somos únicos. Não podemos, portanto, comparar-nos com os outros. Se o fizermos, ficaremos frustrados, ansiosos e depressivos. Até mesmo os momentos são únicos, ou seja, não há como repetir o passado. Por isso é tão importante viver o presente.

  2. Lei da transformação:  tudo se transforma. Células se renovam, a memória se transforma. E, se a memória se transforma, aquilo que guardamos em nossa cabeça não necessariamente foi o que de fato aconteceu. Tudo já se alterou. Se você vivesse certo acontecimento do passado hoje – é impossível, mas finjamos que não o é -, será que aquilo teria o mesmo efeito que teve na época? Portanto, não adianta lamentar ou viver na nostalgia.

  3. Tudo evolui: todas as coisas saem do bruto para o precioso, quer queiramos ou não. Portanto, todos nós, um dia, tomaremos consciência do que já somos.

  4. Tudo é eterno: se tudo se transforma, então tudo é eterno. O universo nunca começou e nunca acabou. Nós nunca fomos criados e sempre existiremos. Isso pode parecer complexo para alguns, mas faz sentido. Até mesmo as invenções sempre existiram. Um avião, por exemplo, sempre existiu em seu estado latente, até que alguém o manifestou e o “criou”.

  5. Lei da função: tudo que existe tem uma função. Se não há mais função, então a coisa se transforma. Então, se temos um problema, ele nos é funcional até um certo momento. Depois, ele se transforma, já que não é mais funcional.

  6. Tudo está conectado: esta não precisa nem de explicação, certo? A própria sincronicidade já nos mostra como tudo é energia e tudo está interligado. Portanto, andemos sempre no caminho do bem.

  7. Tudo está em processo: pois é, tudo está em constante andamento. Você ter chegado onde chegou foi um processo e continua sendo. Profundo. Ideal para refletirmos se os processos de nossas vidas estão alinhados com nossos propósitos.

  8. Lei da relatividade: tudo é relativo, inclusive estas leis! Como somos únicos, enxergamos as coisas ao nosso modo. E isso torna tudo relativo.

  9. Você é a lei: ou seja, criamos nossa própria realidade. Isso nos permite que criemos nossas próprias leis e, claro, nos dá a possibilidade de reprogramar nossas crenças e nos tornar mais felizes. Se somos aquilo que acreditamos, então é melhor acreditarmos nos que nos faz bem, certo?

  10. Tudo está certo: sim, é isso mesmo! Se tudo é único, se tudo se transforma, se tudo evolui, se tudo é eterno, se tudo tem uma função, se tudo está conectado, se tudo está em processo, se tudo é relativo e se nós somos a lei, então tudo está certo. Tudo flui da maneira como deve fluir.

Espero que tenham gostado da reflexão! Um beijo e fiquem com Deus!

 

Instagram: @nataliaribeiro

Facebook: Natália Ribeiro

Twitter: natiribeiro95

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe noTwitter
Please reload

Posts Em Destaque

Mudou! - Evento irá discutir a relação entre marcas e influenciadores digitais

1/10
Please reload

Posts Recentes