Ballet dos Postos de Gasolina com a Paralisação do Fornecimento

25/05/2018

Todo o DF amanheceu aflito nessa quinta-feira, 24. Devido a paralisação dos caminhoneiros em protesto ao elevadíssimo preço dos combustíveis no Brasil alguns produtos estão em crise de abastecimento. E o mercado mais crítico é justamente o de combustíveis.

 

Desde a quarta-feira (23/5), os manifestantes encontram-se em frente à central de distribuição de combustíveis da Petrobras, no Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA), impedindo que os caminhões abasteçam os postos de combustíveis. E por medo de ficar sem gasolina os proprietários de veículos do DF correram para os postos de gasolina nesta quinta-feira desde às 2:00h da madrugada.

 

Em uma atitude oportunista os donos dos postos de gasolina tentaram exorbitar ainda mais os preços dos combustíveis no fim da noite do dia 23, tendo chegado ao absurdo valor de R$9,99 o litro. Mas após boicote e manifestações dos clientes e ações da Polícia e Procon o valor abaixou para R$5,99. Contudo, tivemos comerciantes leais que mantiveram seus preços, Nenen's em Taguatinga esgotou seu combustível ainda pela manhã com litro saindo à R$4,25 promocional e demais postos continuaram entre R$4,69 e R$4,99.

 

 

Com a alta procura gerada pelo medo do desabastecimento mesmo os postos de valores mais altos registraram filas de mais de 2km. No intuito de atender mais pessoas os combustíveis que estavam limitados a 20l por veículo passaram a serem limitados a valores entre R$20,00 e R$50,00 apenas por carro. Afinal, muitos postos esgotaram suas reservas antes mesmo do horário do almoço.

 

A atitude impulsiva de alguns postos de colocar o litro da gasolina a R$9,99 gerou reação do governo que determinou fiscalização incisiva do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), para coibir práticas abusivas do aumento dos preços e possíveis lesões aos bolsos dos consumidores. Inclusive alguns postos chegaram a ser autuados nesta quinta-feira, 24.

 

Serviço:

  • Caso sinta-se lesado ao abastecer seu carro, peça nota fiscal ou fotografe os preços da bomba e procure seus direitos junto ao Procon, por telefone, através do 151 ou em um dos postos de atendimento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • O Corpo de Bombeiros do DF alerta: Apesar do risco de falta de abastecimento de combustível, não é seguro armazenar combustível em casa. Além dos risco de incêndio, intoxicação e queimadura pode ser configurado crime ambiental.

 

 

Motivo da crise de abastecimento
Toda essa situação é reflexo da alta nas cotações internacionais do petróleo que elevou o preço dos combustíveis em todo o país. Em forma de protestos, os caminhoneiros paralisaram as suas atividades, já há 3 dias, motivados pela alta no preço da gasolina e do etanol.

 

Essa paralisação bloqueou as principais estradas do DF e de várias regiões do Brasil. E em apoio aos caminhoneiros, na manhã desta quinta-feira (24/5) e depois às 18:00h, um grupo de motociclistas fechou a Estrada Parque Taguatinga (EPTG), uma das principais vias do DF em forma de protesto. 

 

Também em apoio ao protesto do elevado preço dos combustíveis Diana Assis, do grupo Ricas convidou as membros de seu grupo a aderirem ao protesto pacificamente se juntando aos caminhoneiros, após às 17h, na porta da central de distribuição de combustíveis da Petrobras com água e lanches para os manifestantes.

 

 

 Participe do Grupo de Águas Claras Mídia de Moradores no WhatsApp – Contribua para a melhoria e desenvolvimento de nossa cidade! - Envie nome, endereço e telefone para: contato@aguasclarasmidia.com.br  

Sitewww.aguasclarasmidia.com.br
Facebookwww.facebook.com/aguasclarasmidia
Instagramwww.instagram.com/aguasclarasmidia
Twitterwww.twitter.com/aguasclaramidia
Youtubewww.youtube.com/aguasclarasmidia

 

Águas Claras Mídia – Sua Cidade em um Click

 

#AguasClarasMidia #AguasClaras #AguasClarasDF #paralisaçãocaminhoneiros #crisedeabastecimento 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe noTwitter
Please reload

Posts Em Destaque