PREVENÇÃO DE INCÊNDIOS DOMÉSTICOS

01/10/2019

 

 

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), por meio das equipes de bombeiros do 25º Grupamento de Bombeiro Militar (25º GBM/Águas Claras), está devidamente treinado e pronto para atender a comunidade de Águas Claras e localidades próximas, em casos de incêndios urbanos e outras emergências. 

 

Normalmente os incêndios domésticos ocorrem inesperadamente, muitas vezes durante a noite, espalhando-se de modo rápido e sorrateiro, destruindo bens, e causando lesões corporais severas ou até mesmo a morte de pessoas, animais e plantas.

 

Diferente do que muitos pensam, o maior problema dos incêndios residenciais não é o fogo, mas sim a fumaça, pois suas principais características possuem potencial altamente danoso aos seres humanos.

 

A fumaça dos incêndios é quente (causa queimaduras ou morte), opaca (atrapalha ou impede a visão), móvel (espalha-se rapidamente pelos ambientes), tóxica (causa doenças respiratórias, asfixia e parada respiratória) e inflamável (pega fogo e espalha o incêndio pelos ambientes).

 

Águas Claras é uma cidade com mais de 700 edifícios, e apesar do Corpo de Bombeiros estar sempre pronto para o combate a incêndios nestes prédios, o melhor mesmo é fazer a prevenção, pois vidas humanas e patrimônios podem ser poupados por meio de medidas bastante simples. 

 

Caso você esteja em um ambiente incendiado, não entre em pânico, faça uma máscara protegendo nariz e boca usando algum tipo de tecido (cobertor, toalha, cortina etc.) ou a própria roupa (se possível molhada). Desloque-se abaixado e rapidamente pelo caminho mais próximo até a saída, pois a fumaça aquecida procura as partes mais altas do ambiente, então quanto mais próximo ao chão você se deslocar, mais evitará queimaduras pela fumaça, melhor enxergará a saída e conseguirá respirar menos fumaça. Caso suas roupas peguem fogo não corra, deite no chão e role lentamente, assim o fogo poderá apagar por abafamento.

 

No caso de incêndios em prédios de Águas Claras ou casas de localidades próximas, o cidadão deve pedir socorro ligando para o 193 ou diretamente para o telefone 3901-1399 (plantão 24h do quartel de Águas Claras - 25ºGBM/CBMDF), informando um resumo da situação ( endereço, ponto de referência, local específico do FOCO DO INCÊNDIO, e, principalmente, informações sobre VÍTIMAS).

 

Orientações do CBMDF para prevenção de incêndios domésticos:

•    Instalar alarmes de incêndio em cada pavimento.

•    Planejar e divulgar rotas de fuga para os moradores e frequentadores.

•    Manter portas de saída livres de obstáculos (móveis ou objetos que possam dificultar a evacuação em caso de pânico).

•    Manter chaves de portas e janelas em local visível enquanto estiverem dentro da residência (local interno de fácil acesso e conhecido pelos moradores e frequentadores da residência).

•    Manter as portas corta fogo dos edifícios sempre fechadas (evita que a fumaça e o incêndio se espalhem rapidamente)

•    Manter portas internas da residência fechadas ao dormir ou sair de casa (a fumaça aquecida pode pegar fogo, sufocar pessoas e animais, e espalhar o incêndio rapidamente pelos ambientes abertos).

•    Manter crianças e animais domésticos longe da cozinha, fogão, fornos, palitos de fósforo, isqueiros, velas ou afins.

•    Ficar atento a panelas no fogão aceso (líquidos fervendo podem borbulhar, transbordar e apagar o fogo, mantendo perigosamente o vazamento do gás).
 
•    Usar recipientes ou fritadeiras apropriadas para frituras em óleo quente.

•    Desligar o ferro de passar roupa sempre que não estiver por perto.

•    Usar recipientes ou bases adequadas (prato) caso seja necessário acender velas (nunca longe dos adultos ou enquanto dormem. Sempre longe de crianças, animais domésticos, cortinas, papéis, plásticos, isopor, tecidos, madeira etc.).

•    Apagar completamente os cigarros em cinzeiros ou locais próprios e adequados (nunca colocar cigarros ainda acesos em lixeiras ou próximo a vegetações).

 

INCÊNDIOS EM ELETRODOMÉSTICOS

A energia elétrica é algo fundamental em residências, mas os perigos da eletricidade expõem as pessoas ao risco de choques elétricos.

Os principais efeitos que um acidente com corrente elétrica produz no corpo humano são a tetanização (paralisia muscular), a queimadura (desenvolvimento de calor, pelo efeito Joule) e as complicações cardiorrespiratórias (fibrilação ventricular e parada respiratória).

 

Em relação aos equipamentos elétricos de uso doméstico, é recomendável a escolha de equipamentos que tenham certificação de qualidade emitido por órgãos específicos de controle. Estes equipamentos devem ser desligados da tomada após o uso (carregador de celular, notebook, cafeteira, computador, forno micro-ondas, aparelho de som, vídeo game etc.), mantendo ligados somente os de uso necessariamente contínuo (geladeira, relógio, freezer etc.).

 

Caso exista qualquer dúvida sobre o limite de carga elétrica suportado por uma tomada, não se deve utilizar vários equipamentos elétricos nesta tomada, mesmo por meio de adaptadores elétricos tipo “T”, benjamins ou similares. Se necessário, utilize extensões elétricas tipo “régua”, adequadas a amperagem (corrente elétrica) de cada equipamento, preferencialmente com fusível de segurança, pois em caso de carga excessiva a corrente elétrica é interrompida e o equipamento é desligado de modo seguro.

 

Nunca deixe luzes decorativas (abajur, luzes natalinas etc.) acesas ao dormir ou sair de casa, e suas lâmpadas e fiações nunca devem ficar em contato direto com materiais que possam entrar em combustão com certa facilidade (papel, plástico, isopor, tecido, madeira etc.).

 

Gambiarras elétricas como utilização de fiação inadequada, emendas mal feitas, fios elétricos desencapados etc, podem provocar graves problemas como choques elétricos ou incêndios.

 

É necessário tomar muito cuidado com aparelhos eletrônicos (telefone celular, notebook, tablets etc.), pois se expostos a água ou ambientes mais úmidos como banheiros, saunas, banheiras ou piscinas podem causar choques elétricos ou princípios de incêndios.

 

Jamais coloque objetos ou roupas molhadas para secar sobre equipamentos elétricos como luminárias, condensadores de ar condicionado, aquecedores ou outros eletrodomésticos que aquecem, pois podem causar choques elétricos ou entrar em combustão, causando incêndios.

 

É extremamente importante conhecer e divulgar a localização dos disjuntores elétricos da residência (chave geral para desligamento da eletricidade) para os moradores, frequentadores do ambiente e aos bombeiros quando chegam para atender a ocorrência.

 

Princípio de incêndio em equipamento ou fiação elétrica energizada (incêndio classe C) não deve ser combatido com água, pois isso poderá causar choque elétrico em quem estiver perto. Nesse caso deve ser utilizado extintor de pó químico seco (PQS) (muito comum em prédios de condomínios residenciais) ou de gás carbônico (CO2).


Orientações do CBMDF para caso de choque elétrico doméstico:

•    Telefonar para o Corpo de Bombeiros (193).

•    Manter distância da vítima enquanto a energia elétrica estiver ligada (não se aproximar ou tocar a vítima, evitando ser mais uma vítima).

•    Desligar os disjuntores elétricos (chave geral) da residência o mais rápido possível. 

•    Afastar a vítima do contato com a corrente elétrica (somente após desligar a energia elétrica geral da residência).

•    Afastar a vítima do contato com a corrente elétrica, em último caso, utilizando cuidadosamente algum material isolante (borracha, plástico ou tecido bem grosso, ou haste de madeira bem seca. Nunca usar objeto liga metálica).

•    Realizar reanimação cardiopulmonar (RCP), se necessário, e transportar a vítima para um hospital o mais rápido possível (monitorando sinais vitais de respiração e batimentos cardíacos).


Em relação a Fake News intitulada como “Bombeiros e Defesa Civil alertam para que pessoas retirem eletrodomésticos das tomadas por causa do calor”, a informação não partiu do CBMDF nem da Defesa Civil do DF. Afirmar esse tipo de situação, de modo generalizado, utilizando o nome destas importantes instituições, parece ser uma atitude inconsequente e sem fundamentação.

Uma possibilidade de explicação lógica para situação de perigo relacionada a uso de eletrodomésticos em dias de calor excessivo (não generalizando para todas as pessoas em todos os casos, como na Fake News em questão), seria por exemplo um caso de sobrecarga elétrica em instalação inadequada, causada por utilização de aparelho de ar condicionado residencial com potência maior do que a suportada pela fiação existente.

 

É relativamente comum ao cidadão de baixa renda trocar apenas o disjuntor ou chave fusível (gambiarras), mantendo a fiação antiga recebendo energia elétrica além do que pode suportar para manter o ar condicionado forçadamente ligado, sem que ocorra o desligamento automático de segurança por sobrecarga, pois a substituição da fiação pode ser cara, trabalhosa e demorada. Essa inadequação arriscada pode causar o aquecimento excessivo da fiação, causando incêndios.

 

Antes de instalar equipamento de ar condicionado residencial, recomenda-se consultar um eletricista habilitado, e, dependendo de cada caso, substituir todo sistema elétrico da residência (fiação, tomadas, disjuntores etc.), ou até mesmo requerer uma alteração de carga junto ao órgão fornecedor de energia elétrica, deste modo prevenindo acidentes domésticos como choques elétricos ou até mesmo incêndios em residências.

 

 

O Major Alysson KRÜGER Figueira, atualmente é Comandante do Corpo de Bombeiros de Águas Claras (25º GBM/CBMDF). É graduado em Direito, com especialização em Direito Público. É também especialista em Operações de Incêndios Urbanos, Operações de Mergulho de Resgate e Operações de Busca e Salvamento entre outras qualificações. Atua também como Instrutor de Combate a Incêndios do CBMDF e como membro do Comitê Nacional de Combate a Incêndios (CONACI).

 

 

 

 

Já segue nosso Instagram? Segue lá e participe dos nossos sorteios e saiba tudo que acontece em Águas Claras. @aguasclarasmidia

 

Contribua para a melhoria e desenvolvimento de nossa cidade! Participe do Grupo de Águas Claras Mídia de Moradores no WhatsApp – Envie nome, endereço e telefone para: contato@aguasclarasmidia.com.br  

 

 

Sitewww.aguasclarasmidia.com.br
Facebook: www.facebook.com/aguasclarasmidia
Instagram: www.instagram.com/aguasclarasmidia
Twitterwww.twitter.com/aguasclaramidia
Youtube: www.youtube.com/aguasclarasmidia

 

Águas Claras Mídia – Sua Cidade em um Click

 

AguasClarasMidia #AguasClaras #AguasClarasDF

Compartilhe no Facebook
Compartilhe noTwitter
Please reload