Praça Incendiada em Águas Claras Mata Filhotes de Pássaros – Assista ao Vídeo

18/06/2018

 

A Praça Colibri, localizada entre as ruas 30 e 31 Sul, foi vandalizada e incendiada ontem (17/06), por volta da 19:00hrs.

 

A praça tem uma associação, a AME – Associação dos Moradores do Entorno da Praça Colibri – constituída por voluntários, que cuida, pinta e decora os jardins da praça. Já é quase um ponto turístico da cidade de tão linda e bem cuidada.

 

Os moradores denunciam que é costume ver uma turma de jovens consumindo álcool, fumando e usando drogas ilícitas no local.

Eram três palmeiras assim

 

e uma delas amanheceu assim

Há um mês já tinham destruído uma das jardineiras de pneus que foi repintada e replantada com flores. Essa semana a AME concluiu a decoração para a Copa e outra etapa de jardineiras pintadas e envernizadas.

 

“É desesperador, recolhemos humildemente o lixo deles porque a Administração não o faz, instalamos uma lixeira próximo a eles e procuramos conversar e educar”, declara uma moradora voluntária.

Atearam fogo na parte de cima da árvore e como os galhos estão secos,  caíram no chão incendiando tudo ao redor inclusive a grama e a lateral da jardineira.

 

Um crime ambiental foi cometido e sem contar o prejuízo ao meio ambiente, várias aves que possuíam ninho lá, cujos ovos foram queimados e um filhote também. Os moradores pedem providências.

Vale lembrar que ano passado, a Praça Tangará, que fica ao lado do Edifício Bahamas, era palco desses jovens vândalos, que de tanto quebrarem os bancos, estes foram retirados definitivamente da praça.

 

Só no Brasil, que ao invés de se cumprir a lei e punir os bandidos, o Estado vai retirando os equipamentos passíveis de vandalismo!

 

 

 

​O trabalho dos voluntários na Praça Colibri

 

 

 

 

 

Essa jardineira da foto queimou no incêndio

 

 

 Assista aos vídeos:

Nota AME-COLIBRI

Em face do VANDALISMO ocorrido ontem, 17/06/18, a DIRETORIA tomou de imediato as seguintes providências cabíveis:

 

1. Chamou a Companhia de BOMBEIROS, que prestou seus serviços;

 

2. Os Diretores Henrique, Kelly e Gilvaldar estiveram após o ocorrido na praça e obtiveram relatos do ocorrido;

 

3. Solicitaram os REGISTROS passíveis das câmaras do Condomínio Deborah Cristina ao Senhor Síndico, que se mostrou por demais solícito;

 

4. Os aludidos Diretores verificaram mais de 200 manifestações de moradores de Águas Claras sobre o ocorrido na PRAÇA COLIBRI às 19h02 em várias redes sociais, após o fato postado pela Kelly junto com os filmes feitos pelos associados Mota, Viviane e Helena;

 

5. Comunicou à ADMINISTRAÇÃO REGIONAL DE ÁGUAS CLARAS, que fará a necessária avaliação da necessidade de cortar a PALMEIRA QUEIMADA. Ela integra um conjunto de três belas árvores,  onde os passarinhos fazem seus ninhos, inclusive, foram destroçados dos quais um filhote foi fotografado queimado, bem como  vários ovos quebrados e outros ainda inteiros;

 

6. A referida ocorrência foi comunicada pelo devido canal ao Conselho Comunitário de Segurança de Águas Claras;

 

7. Foi devidamente registrada a ocorrência na DELEGACIA de Polícia Civil.

Segundo informações colhidas foram jovens de classe media possívelmente  alcoolizados ou drogados que frequentam a  praça colibri até  três ou quatro horas da manhã fazendo gritaria e arruaça, além de beberem e fumarem maconha ostensivamente para agredir moralmente os frequentadores da PRAÇA Pública.

 

Por fim, AGRADECEMOS SENSIBILIZADOS o apoio e a solidariedade dos Moradores e Órgãos Públicos de Águas Claras.

A DIRETORIA E CONSELHO DA AME - ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES DO ENTORNO DA PRAÇA COLIBRI (Rua 31/30 SUL - Av. Araucárias)