Top 10 discos preferidos - Parte 2

24/08/2018

 

A segunda parte com as outras cinco classificações da lista de meus 10 discos preferidos.

 

05. Led Zeppelin IV (Led Zeppelin, 1971)

 

 

 

       Duração: 42:33  Gravadora: Atlantic Rec.

 

         Um dos discos mais importantes da década de 70, e da história do Rock! Em geral, as músicas tem climas intensos, com riffs acelerados, e uma atmosfera ternurenta, mostrando outro lado da banda. O disco trouxe clássicos dos clássicos que marcaram a música: a famosa ''Rock and roll’’, lembrada pelos segundos finais marcados pelo ''mini’’ solo de bateria do falecido John Bohnham, e a impecável ''Stairway to heaven’’, composta de três seções diferentes: progressive rock, folk rock e hard rock, e com uma letra linda também.

 

Faixas indicadas: Rock and roll, Stairway to heaven, Four sticks, Going to California, When the levee breaks

 

04. Acabou chorare (Novos Baianos, 1972)

 

Duração: 36:00    Gravadora: Som Livre

 

         Talvez se alguém do exterior perguntasse como é a música brasileira, eu pediria para esta pessoa apenas ouvir ''Acabou chorare’’... Nove faixas compostas de ritmo de samba misturados com rock, e com as vozes de Moraes Moreira e Baby do Brasil (Baby Consuelo, na época), esta obra conseguiu traduzir uma época e um caráter musical de uma nação. Ainda não acho o melhor disco brasileiro de todos os tempos, mas ''Acabou chorare’’ merece atenção pela sua autenticidade e diversidade musical.

 

Faixas indicadas: Brasil pandeiro, Tinindo trincando, A menina dança, Besta é tu, Um bilhete para Didi

 

03. The Stranger (Billy Joel, 1977)

 

Duração: 45:02    Gravadora: A&R

 

         Depois de Bob Dylan, Billy Joel é o melhor contador de histórias dentro da música, e ''The stranger’’ veio em 1977 para provar isso. ''Movin' out (Anthony’s Song)’’ que conta sobre um rapaz da classe média que se orgulha de trabalhar intensamente diaramente, esperando ser reconhecido algum dia, ''Scenes from na Italian restaurant’’, faixa de mais seis minutos que conta a trajetória de um casal, desde o dia em que se conheceram na faculdade até seu último dia como casal, e ‘’Only the good die young’’, que foi banida das rádios americanas por trazer críticas ao catolicismo ocultas em suas letras. A instrumentação é diversa também: canções como ''Vienna’’ e ''She’s always a woman’’, conduzidas a base do piano e voz, e ''The stranger’’, faixa-título, conduzida por uma série de instrumentos eletrônicos e riffs. O disco recebeu diversos prêmios, incluindo Canção do Ano  por ''Just the way you are’’.

 

Faixas indicadas: Movin’ out (Anthony’s Song), The stranger, Only the good die young, She’s always a woman, Everybody has a dream

 

02. Tapestry (Carole King, 1971)

 

Duração: 44:31   Gravadora: A&M

 

         Se as pessoas se impressionaram com ''Back to black’’, ''Jagged little pill’’ (constado na lista também, posição #7) e ''21’’, elas deveriam dar uma olhada no trabalho de Carole King. Toldas as músicas trabalham por cima de um mesmo assunto: relacionamento. Sentimentos como esperança, ódio, aceitação e medo ficam bem impressos nas canções, o que inclusive também consta na descrição de ''Jagged little pill’’, lançado 24 anos depois. A voz de Carole King é bastante extensa, ora melodiosa e suave ora estridente e alta, mas que ainda combina com o clima da música. Desde seu lançamento, ''Tapestry’’ segura o recorde de disco com alta posição nas paradas lançado por uma mulher, e ainda é referencia para várias cantoras pop.

 

Faixas indicadas: I feel the Earth move, It’s too late, Beautiful, Way over Yonder, You’ve got a friend, Where you lead, Smackwater Jack

 

01.  Rumours (Fleetwood Mac, 1977)

 

Duração: 39:03  Gravadora: Warnes Bros.

 

         ''Rumours’’! A prova sonora de como uma banda pode trabalhar junta mesmo sem ter uma harmonia interior. Lindsay Buckingham, Christine McVie, Stevie Nicks, John McVie e Mick Fleetwood passavam por incontáveis problemas, fossem relacionados a drogas, álcool, relacionamentos ou dívidas, mas que ainda estavam submetidos a um contrato com uma gravadora, e foi com tudo isso que estes resolveram pegar todas as desavenças e jogar em cima do trabalho, e o resultado foi positivo! Letras melodramáticas, canções impregnadas de ritmos mesclados, e a combinação das vozes dos integrantes da banda... ‘’Rumours’’ é perfeito em cada detalhe seu, e em minha humilde opinião, sempre será o melhor disco de todos os tempos (até eu ter a oportunidade de conhecer outro trabalho, mas por enquanto...)

 

Faixas indicadas: Dreams, Don’t stop, Go your own way, Songbird, You make loving fun

 

Enfim, está finalizada minha lista com os 10 melhores trabalhos fonográficos que poderia passar! Obrigado por lerem até o final!

 

Felipe Tusco Dantas

(61) 99955-1106

Instagram: felipedantas13

Twitter: felipe_tusco

 

Participe do Grupo de Águas Claras Mídia de Moradores no WhatsApp – Contribua para a melhoria e desenvolvimento de nossa cidade! - Envie nome, endereço e telefone para: contato@aguasclarasmidia.com.br   

 

Sitewww.aguasclarasmidia.com.br
Facebookwww.facebook.com/aguasclarasmidia
Instagramwww.instagram.com/aguasclarasmidia
Twitterwww.twitter.com/aguasclaramidia
Youtubewww.youtube.com/aguasclarasmidia

 

Águas Claras Mídia – Sua Cidade em um Click

 

#AguasClarasMidia #AguasClaras #AguasClarasDF

Compartilhe no Facebook
Compartilhe noTwitter
Please reload

Posts Em Destaque