Vai Com Fé

10/11/2017

O filme que eu vi essa semana fala justamente sobre esse assunto. O ego. Uma noite você vai dormir chefe e acorda subordinado. Começa a  bater ponto, cumprir horário, ganhar menos e, para piorar,  não tem mais status de bacana para bancar por aí. E quando alguém te pergunta sobre seu trabalho, para não passar vexame,  você já tem uma resposta pronta na ponta da língua, dessas meio inventadas, assim não parece que sua incompetência venceu a parada. Pode acontecer com qualquer um, até comigo ou com você.

 

Isso não quer dizer que seu trabalho foi ruim. Só quer dizer que as empresas não se interessam como você acreditava que acontecia. Somos substituíveis. Nada do que pensamos ou fazemos vai permanecer. Alguém vai assumir nosso lugar e mudar tudo, como se nossas ideias de como reinventar a roda fossem uma porcaria. A roda vai ser reinventada com outro nome, mas no fim é tudo a mesma coisa.

 

Então a partir de agora você vai trabalhar no andar mais baixo mas, para compensar a humilhação, não vai precisar usar gravata todos os dias. Vai ganhar menos e dormir melhor. Terá que bater ponto e não vai poder dar aquelas escapadinhas durante o expediente e fugir para um reunião no meio da tarde.

 

Se você tiver problema de ego, sua vida piorou. Ou não, depende do seu ponto de vista. Enquanto você estava por cima da carne seca os amigos choviam na sua horta. Agora nem tanto, mas quem ficou ao seu lado gosta de você. É  quando se está na merda que a gente descobre essas coisas.

Agora, se já passou da fase de querer status profissional, parabéns para você que conseguiu ganhar um pouco menos e é mais feliz. Anda com fé, seu moço, que a fé não costuma faiá.

 

Sugestão de filme: “A Grande virada”, sobre um cara que tinha posição e dinheiro e perdeu tudo”

Compartilhe no Facebook
Compartilhe noTwitter
Please reload

Posts Em Destaque

Ex-Deputado Laerte Bessa agride porteiro em Águas Claras

1/10
Please reload

Posts Recentes