Yoga e o Equilíbrio dos Hormônios Femininos

21/03/2019

 

Respiração consciente, posturas, atenção plena na meditação e relaxamento são algumas das técnicas da milenar prática do yoga. Além da nossa reconexão espiritual, independente de qualquer religião, aprendemos mais sobre nós mesmos e nosso corpo. Muito me perguntam sobre os benefícios do yoga para a questão hormonal feminina, como hiper e hipotireoidismo e a fase da menopausa. É importante saber que o yoga não pode curar, mas pode melhorar a função de nossos hormônios ao equilibrar o sistema endócrino, além disso, as posturas têm efeito calmante, suavizante e tranquilizador sobre os sistema nervoso. Existem, inclusive, aulas desenvolvidas especialmente para fases como a menopausa, o chamado Yoga Hormonal, criado pela brasileira Dinah Rodrigues, mas eu prefiro lembrar que não é necessário seguir sequências muito rígidas para alcançar os benefícios. Uma prática regular orientada por um professor baseado no yoga terapêutico é o caminho para encontrar conforto. O yoga é uma terapia complementar e não deve ser usado como um substituto para a sua terapia médica existente. Faça os exames de praxe, avalie o andamento dos sintomas e veja como seu corpo responde a essa reconexão.

 

No caso do yoga para equilibrar a glândula tireoide, as posturas e as respirações são voltadas para o chakra (centro energético) da garganta, estimulando essa região e concentrando-se em aumentar a circulação e o fluxo de energia. Como o yoga atua no controle do estresse, estudos comprovam o efeito da prática nas funções da tireoide. Em 2014, o Departamento de Ciência da Universidade de Mangalore (Índia) constatou a redução de problemas como aumento de peso, cansaço, perda de cabelo e constipação após a prática de yoga por um período de 15 dias. Outra pesquisa, em 2016, conclui que uma prática de seis meses de yoga pode ajudar a melhorar o nível de colesterol, TSH sérico. As posturas de abertura de peito e flexão para a frente, com o queixo no peito, além das invertidas relaxantes, são adotadas numa prática de estimulação da tireoide.

 

No caso da menopausa, lembramos que essa fase da vida já foi vista como o envelhecimento da mulher, mas hoje é considerada uma transição para um período de mais confiança e independência.  “Ao contrário do velho paradigma da medicina de que a menopausa é um distúrbio de deficiência hormonal, é na verdade um estágio de desenvolvimento vital”, afirma a instrutora de yoga holandesa  Suza Francina, em seu livro “Yoga e a Sabedoria da Menopausa”. A prática do yoga, ou qualquer atividade física mais equilibrada e com respeito ao descanso, contribui para mulheres mais flexíveis, intuitivas e criativas. Posturas sedantes de flexão para frente, torções leves e invertidas, com foco na respiração e meditação, contribuem para aliviar sintomas e preparar essa nova fase de reinvenção de vida.


Sugira temas para a coluna: alefiori@gmail.com

Siga-me nas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/alefiori.satvikayoga/​
Youtube: www.youtube.com/c/satvikayoga
SoundClound: soundcloud.com/alefioriyoga
Site: www.satvikayoga.com

 

Contribua para a melhoria e desenvolvimento de nossa cidade! Participe do Grupo de Águas Claras Mídia de Moradores no WhatsApp – Envie nome, endereço e telefone para: contato@aguasclarasmidia.com.br   

 

Sitewww.aguasclarasmidia.com.br
Facebook: www.facebook.com/aguasclarasmidia
Instagram: www.instagram.com/aguasclarasmidia
Twitterwww.twitter.com/aguasclaramidia
Youtube: www.youtube.com/aguasclarasmidia

 

Águas Claras Mídia – Sua Cidade em um Click

 

#AguasClarasMidia #AguasClaras #AguasClarasDF

Compartilhe no Facebook
Compartilhe noTwitter
Please reload

Posts Em Destaque

Presidente da Câmara Legislativa do DF recebe digitais influencers para um café

1/10
Please reload

Posts Recentes